Cursos de Pós-graduação em Educação Matemática são avaliados pela Capes

Imprimir
Categoria: Notícias
Data de publicação Escrito por Antonio Nascimento

Iniciada em 1976, a avaliação da pós-graduação stricto sensu é o instrumento fundamental do Sistema Nacional de Pós-Graduação, operacionalizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Conforme o desempenho acadêmico no quadriênio, os cursos de mestrado e doutorado recebem notas que variam de 1 a 7. Notas 1 e 2 são consideradas insuficientes e provocam o descredenciamento do curso; nota 3 corresponde a desempenho médio, que apresenta padrões mínimos de qualidade; notas 4 e 5 significam um desempenho entre bom e muito bom, sendo 5 a nota máxima para programas que possuem apenas curso de mestrado. Notas 6 e 7 indicam desempenho equivalente a padrões internacionais de excelência.

Uma das novidades desta avaliação quadrienal foi o período dedicado exclusivamente aos mestrados profissionais. Segundo a diretora de Avaliação, Rita Barradas, a medida tem o objetivo de tornar mais precisa a análise desses cursos.

Os resultados da avaliação têm usos diversos: estudantes se baseiam nas notas para escolher seus futuros cursos, e agências de fomento nacionais e internacionais orientam suas políticas de fomento segundo as notas atribuídas pela avaliação. Os estudos e indicadores produzidos pela avaliação para induzir políticas governamentais de apoio e crescimento da pós-graduação e estabelecer uma agenda para diminuir desigualdades entre regiões do Brasil ou no âmbito das áreas do conhecimento.

Se desejar acessar as notas dos PPG avaliados pela Capes, clique aqui.

Para acompanhar os processos seletivos dos principais PPG de Educação Matemática, clique aqui.


* Adaptado do Portal da Capes, em 24 de setembro de 2017.

Portal Mec CNPQ CAPES SBPC Anped CIAEM FISEM

Sociedade Brasileira de Educação Matemática 2012. Todos os direitos reservados.