Publicações


As Feiras de Matemática acontecem, anualmente, desde 1985 no Estado de Santa Catarina e a partir de 2006 têm-se expandido para outros estados brasileiros. As mesmas se se caracterizam como extensão por estar buscando o “chão do escola” para publicização dos trabalhos em Educação Matemática, realizados em todos os níveis e redes de ensino.

Diante da importância das Feiras de Matemática para a Educação Matemática brasileira foi assinado o Acordo de Cooperação Técnico-Científico n° 135/2015 IFC, entre o Instituto Federal Catarinense (IFC), Fundação Universidade de Blumenau (FURB), Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM). O mesmo tem como objeto a implantação de Feiras de Matemática nas Unidades Federativas do Brasil, assim como a organização de Feiras de Matemática, de Seminários e Formação de Professores.

Além da construção e divulgação dos conhecimentos matemáticos através da realização das Feiras de Matemática de níveis escolares, regionais, estaduais e nacional há também a preocupação com relação a publicação em eventos, livros, anais e/ou periódicos. Essa preocupação resultou em duas publicações. Uma delas é a Edição Especial Feiras de Matemática do periódico Educação Matemática em Revista/SBEM 50 de Maio 2016, a qual é composta pela publicação de 19 trabalhos apresentados na IV Feira Nacional de Matemática/2015. A outra é o Boletim SBEM Especial “Feiras de Matemática”, n° 53 de junho 2016, o qual apresenta algumas experiências e processos de organização das Feiras de Matemática.

Este é um avanço, porque essas publicações divulga um evento que traz o ‘chão da escola” para um espaço de socialização e que busca na sua organização se distanciar da meritocracia através de um trabalho colaborativo. 



BOLETIM SBEM
EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EM REVISTA
FEIRA NO ENEM
FEIRAS DE MATEMÁTICA: PERCURSOS, REFLEXÕES E COMPROMISSO SOCIAL

FOTOS XXXIV FEIRA CATARINENSE DE MATEMÁTICA - MASSARANDUBA 2018