A verdadeira história do Dia Nacional da Matemática

Imprimir
Categoria: Notícias
Data de publicação Escrito por Antonio Nascimento

Por Antônio José Lopes, o "Bigode".

O Dia da Matemática no Brasil é comemorado todo dia 6 de maio, nascimento de Julio Cesar de Mello e Souza (1895-1974), o professor carioca que passou sua infância na cidade de Queluz, na divisa de São Paulo com o Rio de Janeiro, mas que ficou conhecido no mundo todo pelo heterônimo Malba Tahan que usou para assinar cerca de 120 livros sobre matemática, cultura, história e didática da Matemática, que escreveu.

A iniciativa de instituir o dia da matemática, partiu da comissão organizadora do Centenário de Malba Tahan em 1995, formada por Pedro Paulo Salles (educador musical e sobrinho neto de MT), André Pereira (historiador e neto de MT), Antonio José Lopes Bigode (educador matemático e autor de livros didáticos), Valdemar Vello (editor, educador e artista) e Atílio Bari (teatrólogo), todos especialistas em Malba Tahan, cada um na sua especialidade.

A proposta do Dia da Matemática foi apresentada e entusiasticamente abraçada pelo saudoso educador Darcy Ribeiro então senador da República. Naquele ano de 1995 o Dia da Matemática já havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e pela Câmara Municipal de São Paulo em em 2010 pela Câmara Municipal de Salvador, Bahia.

A proposta original de um dia da Matemática foi apresentada pelo educador Darcy Ribeiro, criador da Universidade de Brasília e dos CIEPS, na época senador pelo Estado do Rio de Janeiro. Deve-se a Darcy e não a outros parlamentares a iniciativa de instituir o Dia da Matemática, porém devido a seus problemas de saúde e falecimento precoce em 1997, o projeto parou e depois perambulou entre parlamentares. Por iniciativa da diretoria da SBEM o projeto foi reapresentado na Câmara dos Deputados onde tramitou por quase 10 anos, sendo enfim aprovado por pressão do deputado Chico Alencar e em seguida sancionado pela Presidenta da República no ano em 2013, instituindo o 6 de maio como o Dia Nacional da Matemática.

A data tem como objetivos, incentivar a promoção de atividades educativas e culturais alusivas à Matemática, com o propósito de mobilizar alunos e professores para desenvolver projetos, explorar e promover a Matemática em suas várias dimensões, entre elas a recreativa, a cultural, a utilitária e outras que lhe dão significado.

Nos últimos anos milhares de escolas brasileiras têm organizado eventos do tipo Semana da Matemática ou feiras e festivais de Matemática em dias próximos ao 6 de maio, com exposições de trabalhos de alunos sobre a presença da matemática no cotidiano e suas aplicações nas várias áreas de conhecimento; apresentações de trabalhos de pesquisa sobre episódios da História da Matemática; temas de Geometria e suas conexões com as Artes, a Arquitetura e a Natureza; atividades de encenação de peças teatrais e exibições de filmes com temáticas matemáticas; festivais de Música com recitais de poesia matemática, exposições de Arte e de fotografias matemáticas; gincanas e olimpíadas de Matemática Recreativa com desafios, quebra-cabeças, jogos lógicos entre outras atividades culturais e criativas.

Em vários países se comemora um dia da matemática, na Espanha, no ano 2000 aproveitando as atividades do Ano Mundial da Matemática declarado pela UNESCO, foi instituído o “Dia Escolar da Matemática” a ser comemorado todo dia 12 de maio, data de nascimento de Pedro Puig Adam, o mais importante educador matemático espanhol. Em outros países como nos EUA a data é comemorada no dia 14 de março, o “dia do Pi”, pois lá a data se escreve 3,14; (o mês de março (3) antes do dia da semana (14)); em alguns lugares a data é comemorada no dia 22 de julho em alusão a 22/07 que é uma aproximação de Pi descoberta por Arquimedes de Siracusa.

[1] Lei 12.835 de 26 de junho de 2013

Portal Mec CNPQ CAPES SBPC Anped CIAEM FISEM

Sociedade Brasileira de Educação Matemática 2012. Todos os direitos reservados.